Preciso ter entrada para fazer meu financiamento para aquisição ou construção?

Crédito imobiliário

Por Ricardo França 21/04/2022 - 12:00 hs
Foto: Arqweb
Preciso ter entrada para fazer meu financiamento para aquisição ou construção?
Preciso ter entrada para fazer meu financiamento para aquisição ou construção?

Preciso dar entrada ou quanto preciso dar de entrada para financiar um imóvel?

Essa é uma dúvida recorrente para quem está planejando comprar imóvel ou construir através do crédito imobiliário. 

Nesse artigo a Arqweb responde, com base nos requisitos da Caixa Econômica Federal. 

Na prática a Caixa financia no até 80% do valor do financiamento imobiliário para aquisição ou construção de imóvel, no sistema SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo). 

A Caixa não pede comprovação direta do saldo restante, que seria os 20%, tampouco será necessário você ter esse valor disponível ou comprovado em sua conta. 

Mas qual é o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel pronto ou construção?

Primeiramente tem que se ter em mente que o valor do imóvel é aquele negociado no contrato de compra e venda ou informado na avaliação realizada pelo engenheiro da CAIXA.

A entrada é um percentual do valor do imóvel que será pago pelo comprador com recursos próprios e/ou com recursos de sua conta vinculada do FGTS. O valor referente ao Fundo de Garantia é disponibilizado ao vendedor pela CAIXA, após formalização do contrato de crédito imobiliário. 

Mas quanto precisarei ter de recursos próprios para realizar um crédito imobiliário?

Depende! Para financiar um imóvel pronto, seja ele novo ou usado, conforme mencionado acima, você tem a opção de utilizar, se tiver, o seu saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) no financiamento habitacional, mas somente quando você, o contrato e o imóvel estiverem enquadrados nas regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) na data da aquisição do imóvel. Para saber mais clique aqui! 

Se ainda assim não tiver saldo suficiente, dependendo do tipo de imóvel, como imóvel na planta, um dica é que poderá ser negociado diretamente com os vendedores, como por exemplo, parcelamento dessa entrada, até a entrega definitiva do imóvel. 

Reforçando que esse artigo está tratando especificamente de processo de financiamento no sistema SBPE (assista vídeo abaixo e saiba mais) e através da Caixa e se você está se perguntando se é possível financiar 100% de um imóvel, por exemplo, a resposta é: depende também, pois esse tipo de benefício é geralmente oferecido para famílias de baixa renda que se encaixam em regras específicas.

No caso de financiamento para construção, se você tiver um terreno próprio e quitado, poderá ser financiado até 100% de sua obra, considerando que o valor do imóvel nesse caso será o do terreno mais o valor da construção e o terreno pode ser abatido na regra dos 20%, considerando que ele já está quitado.  

Já na modalidade de financiamento de terreno mais a construção, importante destacar que você precisará ter recursos próprios, talvez para dar um sinal da compra do terreno ou mesmo iniciar a sua construção, porém você conta com a facilidade de pagar o valor principal da parcela apenas após conclusão da sua obra. Ou seja, no período de construção, você pode utilizar os recursos que serão destinados futuramente ao pagamento das parcelas para negociar o pagamento durante a obra com profissionais e fornecedores. 

Lembre-se que a Caixa não pedirá comprovação de onde sairá esse recurso para a “entrada” e no caso de crédito imobiliário para construção, a exigência é da conclusão da sua obra conforme foi especificado na sua PLANILHA DE CONSTRUÇÃO INDIVIDUAL. Para saber mais, clique aqui e confira artigo que já publicamos aqui no Portal da Arqweb. 

E para concluir, se você está planejando adquirir um novo imóvel ou mesmo construir através de financiamento imobiliário, uma coisa é certa: é necessário um bom planejamento, se programar além da "entrada" ou sinal, valores para pagamento de taxas, despesas com o contrato e documentações que haverá num processo de crédito imobiliário. 

Busque relacionamento antecipado com o banco, como abertura e movimentação de conta corrente, assim como fazer a portabilidade, talvez de uma conta salário, ou mesmo migrar produtos bancários, como cartão de crédito e seguros de forma a criar relacionamento e pleitear posteriormente condições melhores, como taxas de juros reduzidas. 

Também é necessário estar com a vida financeira em ordem, tanto a sua como de outros proponentes, evitando endividamentos com outros tipos de financiamentos e isso inclui até faturas com cartão de crédito, pois isso pode impactar ou impedir você de contratar ou ser aprovado para um contrato de crédito imobiliário. 

As dúvidas sobre o processo de financiamento imobiliário são muitas e seja qual for conte com a Arqweb Crédito Imobiliário, Correspondente Caixa Aqui, para ter toda assessoria para seu processo de financiamento, seja para aquisição ou construção. 

No caso de construção, você também contará com todo suporte da Arqweb e sua rede de fornecedores, que tem objetivo de facilitar a vida de quem vai construir, a ter uma construção mais econômica e com mais qualidade, indicando fornecedores qualificados do setor da construção civil na Região Metropolitanas de Piracicaba.