5 dicas de economia para sua obra

E mais dicas adicionais aplicadas na Casa das Sogras

Por Ricardo França 21/02/2022 - 10:00 hs
Foto: Ricardo França (Arqweb)
5 dicas de economia para sua obra
5 dicas de economia para sua obra

A Arqweb está apresentando a série Casa das Sogras, que tem como objetivo acompanhar o passo a passo da construção de uma casa de esquina, com garagem no subsolo.

Confiram o passo a passo das etapas dessa obra, assim como os problemas ocorridos no canal da Arqweb no Youtube. 

Compartilhamos nesse artigo algumas dicas que estão e serão aplicadas na construção dessa casa, com objetivo de auxiliar no planejamento de seu projeto e construção.  

5 dicas para economizar na obra:

1. Após definir um arquiteto, tenha um projeto bem detalhado e esteja totalmente familiarizado com ele: estude bastante, não tenha pressa em iniciar sua obra, se houver algum ponto da execução ainda não definido. Ninguém conhecerá seu projeto tão bem, quanto você. 

2. Se o orçamento estiver justo, separe o que é desejo de necessidade: já que estamos falando de projetos, muito importante saber que detalhes arquitetônicos, como pé direito alto, balanços, pilares ou vigas que terão como principal função a estética, encarecem bastante o custo de uma obra. 

Talvez reduzir a altura daquele pé direito duplo e daquela esquadria da fachada ou retirar aquele detalhe em concreto armado na fachada, que algumas vezes está em cima da laje e tem função apenas decorativa, pode impactar muito na economia na obra. 

3. Projeto estrutural: o custo com fundações e estruturas de uma obra é bem significativo e não se pode abrir mão dele, porém pode haver itens que podem ser otimizados numa estrutura e, portanto, fica a dica, que quando possível,  consultar seu responsável técnico ou se ele não tiver experiência em cálculos, um segundo engenheiro calculista, não por motivo de desconfiança e sim para saber o que pode ser otimizado, assim como possíveis alterações no projeto arquitetônico, que podem proporcionar grandes economias nas fundações e estruturas de sua obra. 

4. Cronograma e acompanhamento diário da obra: isso é essencial para programar os próximos passos e aproveitar, por exemplo, em épocas de chuvas, os dias sem chuva. Muito importante ter um acompanhamento diário, ir se familiarizando do que foi executado e do que efetivamente precisará de materiais naquela determinada semana. 

Se você acha que não tem condições e nem tempo para isso, contrate um gerenciador de obras: pode parecer um custo adicional num primeiro momento, mas garanto que não é, se proprietários e gerenciador da obra estiverem bem alinhados e conversando diariamente.

O custo com retrabalhos e desperdícios com certeza será maior que o custo que terá com esse profissional. 

5. Invista em materiais de qualidade: na Casa das Sogras está sendo investido por exemplo em blocos de alvenaria estrutural, que são mais regulares, e apesar de terem um custo maior, é esperado que a economia proporcionada com o aço e posterior nos acabamentos, compense e gere grande economia. Destacamos aqui a importância de mão de obra qualificada e bom assentamento. 

Segue o que foi planejado no projeto da Casa das Sogras com objetivo de gerar economia, com mão de obra e materiais, sem perder a qualidade da obra. 

Antes destacamos que o fato de estar sendo construído em um terreno com aclive e garagem subsolo, com objetivo de ter área de residência maior, aumentaram os custos da execução. 

Então a dica é: pode valer a pena investir num terreno maior e mais plano, o que pode ser compensado posteriormente com redução de custos com acerto de terreno e muros de arrimo. 

Mas vamos lá! Para essa obra está sendo planejado os seguintes itens para economia e compensar os custos maiores por conta da topografia do terreno: 

Muro arrimo em pedra: comparativamente esse sistema construtivo, além de integrar o projeto de fachada, com o diferencial das pedras aparentes, teve um custo 20% menor que o sistema de alvenaria convencional; 

Detalhes arquitetônicos: foi optado em ter pé direito de 4 metros, que já é bem alto, eliminado parte das platibandas e por ser uma casa de esquina, os beirais da fachada principal e lateral, serão a extensão da estrutura do telhado (veja próximo item);  

Cobertura: já que mencionamos no item anterior o telhado, a área que terá pé direito mais alto, não terá laje e conforme comentado, a estrutura desse telhado se estenderá para os beirais e será utilizado telha termo acústica com preenchimento em poliuretano;  

• A área que receberá a laje, tem o pé direito de 3 metros, terá platibanda e será coberta com telhas cimentícias pintada de branca; 

• Os revestimentos internos de parede serão aplicados diretamente nos blocos, sem execução do emboço: será aplicado a argamassa de assentamento de forma dupla, nas peças e na parede. 

• O reboco interno será em gesso liso, que terá espessura bem regular por conta do acabamento que obteremos com a utilização dos blocos estruturais e as paredes que receberão os móveis planejados, não serão rebocadas, recebendo apenas um fundo preparador: evitando-se assim desperdícios com reboco e pintura em áreas que posteriormente serão preenchidas com móveis. 

• As paredes externas terão reboco substituído pela aplicação de massa regularizadora flexível para esconder juntas de assentamento dos blocos e posterior aplicada a textura, também flexível, já na cor escolhida.

Nota: Antes desse processo será aplicado um fundo preparador. 

Se gostou dessas dicas e querem saber como elas serão aplicadas na prática na obra, acompanhe nas redes sociais da Arqweb e em nosso canal no Youtube o passo a passo da construção. 

Com a Arqweb ficou mais fácil construir. 

Segue fornecedores da Arqweb presentes na construção da "Casa das Sogras". Clique e solicite diretamente o orçamento para sua obra. 

Execução: Solut Construções

Aço: Hembrafer

Madeiras: Cassella 

Locação de equipamentos: São Luiz