Reforma com economia

5 Dicas para iniciar sua reforma

Por Renata Mascarenhas 21/02/2021 - 16:18 hs
Foto: Loja do Vidro - Piracicaba

Quando nos aventuramos nesse mundo da reforma, acho muito válido compartilhar experiências, métodos e informações, entendendo todo o processo.

Quando falamos em obra muitos torcem o nariz, eu entendo. Seja qual tamanho for você vai precisar se relacionar com várias pessoas diferentes, geralmente entender algo que você nunca vez, ou ouviu falar, e a pior parte: gastar dinheiro.

Sabendo de tudo isso com planejamento, orçamento, bons profissionais, e uma boa dose de paciência, você vai tirar de letra.

Vamos para as dicas para iniciar a sua reforma, da pintura dos ambientes ou do quebra-quebra de paredes, vamos aliviar sua tensão com dicas e experiências de pessoas que passaram por isso.

 

1 - Faça um esboço do que deseja fazer

Isso mesmo, com papel e lápis na mão, rabisque Chame a família para compartilhar as ideias, veja o que realmente precisa mudar. Liste o porquê da reforma:

a) Preciso ter mais segurança;

b) mais iluminação no ambiente;

c) mais espaço;

d) mais praticidade;

e) Quero modernizar.

Passe tudo no papel, e pense nisso por algum tempo. A não ser em emergências, a reforma não pode ser imediatista, é necessário que você construa um pensamento das mudanças que deseja fazer.

 

2- Faça o planejamento

Nessa parte é hora de rever a planta da casa. Quando ela não está disponível a chance de aparecerem surpresas é maior, é momento de paciência!

A reforma é transformar o ambiente, seja qual for a interferência. Caso você não saia do imóvel enquanto a reforma é executada, é necessário o plantão de uma pessoa para acompanhar toda a fase da transformação.

É necessário planejamento, remanejar os afazeres cotidianos e dedicar o máximo à obra.

 

3- Cronograma e orçamento

Nem tudo acontece como desejamos. A mão de obra falta no dia de maior necessidade, o acabamento não é entregue, e sua obra atrasa. Vou te tranquilizar, isso é normal!

Mas o cronograma é importante para manter o direcionamento, e o orçamento para controle dos gastos. Não deixe de pesquisar o produto e buscar referências.

 

4- Contratação

Para reforma a contratação de arquitetos e engenheiros são necessários quando existem interferências, como quebrar paredes, trocar portas e janelas, ou construção de um novo ambiente. Tudo que atingir a estrutura da casa. Contrate o engenheiro e o arquiteto para projetar. Em caso de reforma apenas decorativa, troca de acabamentos, iluminação, o designer de interiores é uma excelente opção. Sempre busque também referências de quem vai executar o trabalho.

 

5- informe-se

Essa dica é exclusivamente para economizar. Existem materiais, sistemas construtivos, e até mesmo oportunidades no próprio ambiente que você pode aproveitar. Por exemplo: Deseja levantar uma parede para dividir o ambiente?  Você pode fazer de alvenaria ou de drywall, o sistema de drywall é mais rápido, faz menos sujeira, excelente performance mecânica acústica e térmica, ocupando menos espaço. Outro exemplo a troca de piso: existem acabamentos que podem ser instalados sob o piso, evitando entulho e quebra-quebra. Outro exemplo é a substituição do piso de madeira devido a desgaste ou repaginação: existe a possibilidade de reciclar o piso, passando produtos para que a madeira volte a ser o que era. Essa é a grande vantagem dessa dica, você ganha tempo e economiza.

Transformar ambientes pode ser prazeroso, seguindo essas dicas o resultado final é sempre satisfatório.

 

Nos acompanhe para saber tudo sobre o mundo da construção civil.

 

Renata Mascarenhas é jornalista e consultora de marketing no setor a construção civil