Claraboia: história, funcionalidade e estética

Quando se pensa em economia de luz, pensa em claraboia

Por Renata Mascarenhas 07/01/2021 - 14:29 hs

Claraboia: história, funcionalidade e estética
Villa Eze / Sofair design - image Josh Hill

Há 18 anos atrás aluguei uma casa em Piracicaba, a casa já devia ter uns 30 anos de construção, gostava da localização e da sua distribuição: casa térrea, simples e bem iluminada. Mas o que mais me chamava atenção era o banheiro social, nunca tinha visto aquilo antes, no teto uma abertura e fechada com telha transparente, era a tão famosa claraboia. Gostava de ficar observando as patinhas dos passarinhos, e também nunca acendia a luz no período da manhã e tarde. Amava tudo isso. E hoje, me veio isso na memória, esse ambiente que a cor do azulejo eu não lembro, mas lembro da claraboia.

Fui pesquisar e aqui compartilhar com você.

 

Segundo o texto do site ArchDaily, Escrito por José Tomás Franco e traduzido por Eduardo Souza

 

Durante a primeira metade do século II dC, um dos edifícios mais emblemáticos da história da arquitetura foi erguido em Roma: o Panteão de Agripa. Sua principal característica é uma cúpula de concreto arrematado em uma abertura central perfeitamente redonda. Este óculo deu início a uma série de projetos posteriores que destacaram o valor das aberturas circulares, replicadas como claraboias envidraçadas e como elementos de composição em fachadas, evoluindo, por exemplo, em direção às rosáceas detalhadas e coloridas das antigas basílicas góticas. Em todas as suas configurações, o óculo (do latim Oculus, que significa olho) apresenta-se com um simbolismo que vai além da janela tradicional: sua projeção luminosa marca graciosamente a passagem do tempo, tornando-se um marco que permite um destaque solene espaço ou elemento arquitetônico.”

 

Panteon de Agripa, sección - Via Wikimedia user BKmd by Francesco Piraneni under PD

 legenda: Panteon de Agripa, sección - Via Wikimedia user BKmd by Francesco Piraneni under PD

Poética e funcional a Claraboia é um elemento ideal para dar aquele charme ao ambiente, além da sua maior funcionalidade, permitir a luz natural entrar no ambiente interno. E também pode aproveitar da Claraboia a passagem de ventilação.

 Litibu/ Palma Image Luis Young

 legenda: Litibu/ Palma Image Luis Young

Segue alguns modelos de Claraboias

 

O designer de interiores, Avner Posner comenta sobre os modelos de claraboias

“A claraboia comum é constituída de um material semitransparente, que é instalado no teto, permitindo a entrada direta de luz. “Já a claraboia de modelo tubular é um sistema que através da reflexão da luz, permite que ela seja levada até 50m do seu ponto de instalação através de dutos apropriados”, infoma.

As claraboias em modelo shed são “dentes” no telhado, os quais permitem não somente a entrada de luz, como também a circulação de ar. Esses tipos pedem uma estruturação mais detalhada da cobertura e uma orientação correta para que se aproveite a luz do sol.

“A claraboia com modelo lanternim pode ser definida como trechos mais altos que a cobertura, ou seja: a luz entra e o ar é constantemente trocado através do princípio de termossifão ou circulação forçada, em que o ar quente sobe e o ar frio desce”, esclarece o designer.

Os modelos em cúpula ou domo são seções esféricas, de formato abobadado, em material translúcido que permite a entrada de luz natural. Por fim, os átrios são aberturas na cobertura, podendo ser cobertas ou não, principalmente quando usadas em projetos comerciais ou no centro de construções residenciais, permitindo a entrada de luz e economia de energia.

Em relação aos materiais para sua confecção, o profissional destaca a diversidade de possibilidades, desde que permitam a entrada de luz. Dentre eles é possível citar o vidro, acrílico e policarbonato. Os formatos e tamanhos, contando que sejam estruturados e confeccionados adequadamente para que sejam bem instalados e isolados para evitar entrada de água da chuva, por exemplo” aconselha o designer.

 Proj de Lia Siqueira Azul

legenda: Proj de Lia Siqueira Azul

Hoje a claraboia é aplicada em vários projetos arquitetônicos, principalmente aqueles que tem uma pegada mais sustentável.

No fim, aquele ambiente da casa alugada se tornou algo mais valioso em minha memória, ao saber que este elemento é tão rico de histórias e funcionalidades