Sim, agora é Home Office

Compartilho minha experiência como home office há mais de 12 anos.

Por Renata Mascarenhas 18/03/2020 - 15:22 hs

Trabalho em Home Office há mais de 12 anos, tive que mudar o meu comportamento depois que não precisava mais "picar o cartão". O primeiro mês trabalhando dentro de casa, foi de muita atenção, abria e fechava a geladeira várias vezes ao dia, engordei horrores. Me via tomando sol as duas da tarde. Vi que estava tudo errado, minha produção despencou. Quanto menos fazia, mais preguiça eu tinha, e postergava todas as ações "mais chatas". Minha vida profissional ficou uma bagunça, afetando a pessoal. 

O fato de estar em casa, mais confortável, não me motivava a prospectar clientes, e muito menos visitar e fazer o pós vendas dos que eu já tinha. Conclusão: minha vida virou de cabeça pra baixo.

Depois de quatro meses em Home Office, dei um basta! Comprei uma mesa linda de escritório, um monitor e cadeira mais confortáveis, arrumei minha estante. Decidi acordar todos os dias as 6h, tomar um ótimo café. Tomar banho e me arrumar, com direito a batom, salto alto e até roupas novas, para apenas trocar de cômodo.

Fui pra rua me apresentando com muita positividade. Apresentava os meus serviços com muita vontade de conquistar aquela empresa. Pensava “esse cliente vai ser meu”. Voltava pra casa, fazia o follow up e a agenda para o próximo dia. Isso se tornou rotina. Hora pra acordar, tomar café, banho, se vestir como se fosse sair, trabalho, agenda, academia e hora pra dormir. 

Ser seu patrão requer disciplina. Você se torna mais autocrítica. Baixa autoestima, nem pensar! “Tudo vai dar certo” é a frase que me segue todos os dias. Outra é “CORAGEM” para quando perdemos, levantamos e seguimos em frente. Nunca fui de acreditar que alguém possa te motivar. Essa pessoa não te conhece, não sabe o seu ritmo de vida. Eles dizem: ACREDITE EM VOCÊ! Cara, mas precisa algum estranho pra falar isso?

E não é que esse artigo está parecendo motivacional? Bem, minha intenção foi compartilhar a minha experiência, que deu certo. E o que quero deixar registrado, é que a vida muda o tempo todo, e as crises micro e macroambiente devem fazer as empresas tomarem atitudes, e a mudança causa insegurança. Isso vai acontecer e cada vez mais. 

Mas eu reforço, tudo que vem é para que possamos refletir como nossa vida pode mudar, e se tivermos atitudes e vontades, você pode se surpreender com os resultados. Ninguém vai fazer por você. Faça acontecer.